Detalhes da matéria

Espaço começa a valer mais que localização no mercado imobiliário

Detalhe da notícia
  • 29/06/2020

A dinâmica das cidades e das casas vai mudar com a pandemia do novo coronavírus, e os primeiros sinais começam a surgir nas metrópoles em quarentena. Segundo o IBGE, a tecnologia permitiu que, com o distanciamento social, 8,9 milhões de pessoas no país permanecessem trabalhando em casa. Há um ano, havia 1,2 milhão nessa condição.

O desejo de morar perto do trabalho começa a dar lugar ao sonho de viver numa casa maior, com quintal, que pode até ser em outra cidade, sem precisar dar adeus ao emprego.

Isso já se reflete no mercado imobiliário: a venda de casas em condomínios quadruplicou em alguns empreendimentos, e os preços deste tipo de imóveis subiram 20% desde o início da Covid-19 no Brasil. Lá fora, o movimento é parecido, e há quem tema êxodo dos grandes centros como Nova York.